Como atrair pacientes para sua clínica? O mindset de enxergar o paciente como persona

Veja o mundo “através dos olhos das personas”. O que impulsiona as ações e interações em seu espaço de saúde?

O que os pacientes estão procurando?

Pacientes procuram respostas para suas questões de saúde e buscam profissionais confiáveis.  Eles procuram por conexão humana e um bom relacionamento.

Para que você se conecte com seus potenciais pacientes, deve entendê-los e fornecer o que buscam.

Erra quem pensa que deve “abraçar o mundo”.

Então…

O que é uma persona?

É uma representação fictícia do seu paciente ideal: seu paciente arquétipo. Deve ser caracterizada através de informações reais, em entrevistas com pacientes.

Dados sobre análise demográfica, faixa etária, comportamento social e online, juntamente com suas histórias pessoais, motivações e preocupações.

Dicas de como criar sua persona paciente:

  1. Concentre-se no problema que o paciente (persona) enfrenta e em como sua clínica propõe a solução;
  2. Entreviste pacientes (persona) com o perfil que você gostaria de atender e imagine a jornada do cliente até a realização do atendimento.

Faça um brainstorming com esses dados e procure identificar/preencher as seguintes informações:

  • Descreva seu paciente (persona): escolha um nome (fictício), caracterize a aparência, o endereço, as crenças, os valores pessoais, as motivações, o emprego, o estado civil, o/a(s) filhos, hobbies, fraquezas, e a percepção de saúde e bem estar.
  • Avalie os dados demográficos, econômicos e sociais: endereço de residência, renda média mensal, locais ou comunidades que freqüenta (off-line e online)
  • Em qual momento, pacientes (personas) procuram por atendimento em clínicas como a sua? Por exemplo: preventivamente? Durante os sintomas iniciais? Em fase crônica da doença? De forma sazonal?
  • Como o paciente (persona) chega até sua clínica?
  • Qual o objetivo principal de saúde do seu paciente (persona)? Por exemplo, tratamentos curativos ou paliativos? Saúde preventiva? Saúde estética?
  • Quais profissionais de saúde esse paciente (persona) procura?
  • Como sua clínica entrega valor para seu paciente (persona)?
  • Como o paciente (persona) avalia a experiência do atendimento que a sua clínica oferece? Como você vai mensurar isso?
  • Quais os principais desafios do seu paciente (persona) ao buscar por uma clínica como a sua?

Use citações reais de seus pacientes. Fale diretamente com seu paciente (persona) e identifique as necessidades e medos.

Seja criativo e faça uma representação visual desse usuário e seus interesses. Essa visualização é uma ferramenta valiosa para usar em colaboração com sua equipe de criação de conteúdo sobre a sua clínica e os serviços que oferece.

Utilize esse processo para gerar as suas personas – pense dentro e fora do seu espaço de saúde. No momento inicial, não é ideal ter muitas personas, pois isso dificulta a foco da clínica. Habitualmente, criar 3 (três) personas pode ser um número interessante para começar.

Resolva seus problemas e supere objeções. Coloque-se no lugar dos seus paciente (personas) e exercite a empatia!

Inspire-se nessas personas para fornecer respostas que elas procuram. Elas chegarão até você, precisamente, porque você fala com elas!

 

 

12 Dicas para usar espaços de saúde compartilhados.

Olá pessoal, esse post tem o objetivo oferecer algumas dicas para os profissionais de saúde de como utilizar a plataforma sinaxys com melhores resultados.

Nosso propósito é ajudar você a obter tração no mercado privado de saúde!

Para isso vale à pena observar algumas considerações que percebemos no desenvolvimento desse produto através de pesquisas:

  1. Defina uma padronização no agendamento de horários nos espaços. É interessante criar uma rotina de trabalho, pois também facilita o agendamento de consultas de Por exemplo: “no espaço X, geralmente, atendo nas segundas-feiras de 10h-14h”.
  2. Sugerimos reservar o período nos espaços de acordo com o tempo médio de consulta por paciente, porém imprevistos podem acontecer. Dessa forma, é importante que um tempo extra para essas eventualidades e para uma pausa entre os atendimentos, seja considerado ao realizar a sua reserva.
  3. Use os espaços de saúde de forma recorrente, pois dessa maneira você facilita a fidelização de pacientes.
  4. Procure espaços de saúde que combinem com a sua proposta de trabalho e que ofereçam recursos indispensáveis para a sua consulta;
  5. Comece aos poucos, reserve alguns horários nos espaços por semana e divulgue a sua agenda em redes sociais, Whatsapp, para o seu ciclo de relacionamento profissional e pessoal. “A propaganda é a alma do negócio”. No começo, é natural a dificuldade para a captação de pacientes, mas em breve essa realidade irá mudar. Queremos ajudar você nesse processo!
  6. Antes de se deslocar até os espaços, confirme com o horário da consulta com os pacientes, e se possível compartilhe a localização;
  7. Evite realizar atendimentos em espaços que exijam grandes deslocamentos para o paciente e/ou para o profissional. A pontualidade é importante, evite os transtornos do trânsito. Avise os administradores dos espaços caso ocorra algum imprevisto para a sua chegada.
  8. Forneça ao recepcionista dos espaços uma lista de identificação dos pacientes que irão ser atendidos por você, isso melhora a experiência dos pacientes.
  9. Amplifique sua rede de contatos com os demais profissionais de saúde que atendem no mesmo espaço que você está. Isso aumenta as possibilidades de você ser referenciado(a) e facilita a captação de pacientes. Procure freqüentar as áreas sociais e se informar sobre os profissionais que estão no local no mesmo período que você;
  10. Não se esqueça de lavar as mãos e preze pela limpeza dos espaços. Os pacientes reparam nos atos dos profissionais
  11. Leve um lanche e água. Alguns espaços dispõem de copa e você pode armazenar a sua comida e bebida. Além disso, você evita a desidratação, longos períodos de jejum e contribui para o seu dia-a-dia saudável;
  12. Indique a plataforma sinaxys e os espaços que você fez reserva de horários para outros profissionais de saúde com especialidades complementares. Forme o seu hub profissional.