Especialidades médicas: quais são reconhecidas pelo CFM em 2021

especialidades medicas jovens
Compartilhe:

Que a área da saúde tem se tornado cada vez mais competitiva e criteriosa, com diversas especialidades médicas, já é notícia velha.

Para quem busca entrar neste mercado, não deve se desesperar, pois as especialidades médicas trarão o diferencial que você procura.

Optar pela educação continuada não só te ajudará a alcançar seu grande sonho, bem como trará retornos que se estenderão pelo resto da sua vida.

Para você poder ter uma ideia, antigamente, até o século XIX, existiam uma quantidade limitada de ramos para a especialização.

Afinal, naquela época a medicina ainda era novidade.

Em grande contraste com a perspectiva atual, no ano de 2021, este mercado já está a anos-luz à frente em termos de tecnologia e de opções para pós graduação.

Por um lado, isto pode parecer um motivo de grande comemoração.

Porém, por outro, pode dificultar a tarefa dos profissionais na hora de escolher uma especialidade médica.

Mas não se preocupe! Sabendo dessa dificuldade, elaboramos este artigo completo sobre as especialidades, contando tudo o que você precisa saber para optar por aquela que é mais a sua cara.

Vamos começar conhecendo cada uma delas.

Quais são as especialidades médicas reconhecidas pelo CFM (2021)?

especialidades medicas cirurgia

Neste tópico você conhecerá a lista completa de especialidades médicas reconhecidas pelo CFM em 2021.

Todavia, antes disso, é necessário entender o que é o “tal do CFM”.

O Conselho Federal de Medicina (CFM), foi criado em 1951, estabelecido na Capital da República (Distrito Federal) e tem uma jurisdição em vigor em todo o Brasil.

Sendo que cada estado também possui seu próprio Conselho Regional de Medicina (CRM), que ficam subordinados a esta autoridade maior.

O papel do CFM é de normatizar e fiscalizar a prática médica, utilizando do poder público para atender as necessidades da população de forma qualificada.

Entre suas principais atribuições estão o estabelecimento e alteração do Código de Ética Médica, controle e registro de médicos legalmente habilitados, aprovação dos regimentos internos organizados pelos Conselhos Regionais, entre outros.

Por este motivo, este é o órgão que você procurará depois da faculdade para realizar seu registro legal e partir para a ação.

Agora que você conhece como são regidos os cursos de graduação, vamos verificar a lista de quais são as especialidades reconhecidas no Brasil em 2021.

Todas as 55 especialidades médicas reconhecidas no Brasil

Veja abaixo a lista das especialidades médicas que são reconhecidas no Brasil.

  1. Acupuntura
  2. Alergia e Imunologia
  3. Anestesiologia
  4. Angiologia
  5. Cardiologia
  6. Cirurgia Cardiovascular
  7. Cirurgia da Mão
  8. Cirurgia de Cabeça e Pescoço
  9. Cirurgia do Aparelho Digestivo
  10. Cirurgia Geral
  11. Cirurgia Oncológica
  12. Cirurgia Pediátrica
  13. Cirurgia Plástica
  14. Cirurgia Torácica
  15. Cirurgia Vascular
  16. Clínica Médica
  17. Coloproctologia
  18. Dermatologia
  19. Endocrinologia e Metabologia
  20. Endoscopia
  21. Gastroenterologia
  22. Genética Médica
  23. Geriatria
  24. Ginecologia e Obstetrícia
  25. Hematologia e Hemoterapia
  26. Homeopatia
  27. Infectologia
  28. Mastologia
  29. Medicina de Emergência
  30. Medicina de Família e Comunidade
  31. Medicina do Trabalho
  32. Medicina de Tráfego
  33. Medicina Esportiva
  34. Medicina Física e Reabilitação
  35. Medicina Intensiva
  36. Medicina Legal e Perícia Médica
  37. Medicina Nuclear
  38. Medicina Preventiva e Social
  39. Nefrologia
  40. Neurocirurgia
  41. Neurologia
  42. Nutrologia
  43. Oftalmologia
  44. Oncologia Clínica
  45. Ortopedia e Traumatologia
  46. Otorrinolaringologia
  47. Patologia
  48. Patologia Clínica/ Medicina Laboratorial
  49. Pediatria
  50. Pneumologia
  51. Psiquiatria
  52. Radiologia e Diagnóstico por Imagem
  53. Radioterapia
  54. Reumatologia
  55. Urologia

Opção é o que não falta, não é mesmo?

Clicando aqui você pode ter acesso a algumas atribuições de cada uma dessas especialidades médicas.

Após absorver estas informações, uma dúvida surge.

E se eu escolher ser um clínico geral? Quais as diferenças entre o generalista e o especialista?

É isso que você saberá a seguir.

especialidades medicas idoso

Diferenças entre um médico generalista e um médico especialista

O médico generalista usualmente é aquele que completou sua graduação e finalizou seus estudos a partir da obtenção do registro no Conselho Regional de Medicina (CRM), no seu Estado.

Estes profissionais têm sua capacidade limitada ao atendimento geral, realizando diagnósticos, prescrevendo tratamentos e avaliando seu paciente de maneira mais integral e simples.

Por isso, o clínico geral não está apto a realizar procedimentos e interpretar exames mais complexos, que focam em uma parte específica, diferente do médico especialista.

Aqueles que optam por continuar seus estudos, estão capacitados a oferecer um atendimento muito mais completo, interpretando exames e realizando procedimentos complexos que estão dentro da sua especialidade.

Fora que os especialistas se diferem dos generalistas em número de oportunidades, benefícios profissionais, pessoais e de remuneração.

Um médico especialista hoje no Brasil ganha de 24 a 65% a mais do que um clínico geral.

Neste caso, se enquadram como especialistas também os médicos que são graduados em Cirurgia Geral ou Saúde da Família que atuam como clínicos gerais.

Fala a verdade, a este ponto, você já está convencido(a) a se especializar, não é mesmo?

Contudo, antes de ir preencher sua matrícula, é fundamental saber quais especialidades médicas cobram algum requisito.

Confira abaixo!

Especialidades médicas sem pré-requisito e com pré-requisito

As especialidades médicas que pedem pré-requisito, requerem que você já tenha um título prévio de pós-graduação para poder cursá-las.

Como assim?

Por exemplo, para poder cursar cardiologia, você precisa ter em mãos seu certificado de especialização em cirurgia geral, como um pré-requisito.

Já as especialidades médicas sem pré-requisito, lhe possibilitam um acesso direto ao curso, sem a necessidade de um certificado anterior.

Obtenha acesso a quais são as especialidades com pré-requisito e sem requisito através deste link.

Bom, e caso eu queira fazer uma residência? É a mesma coisa?

Acompanhe neste próximo tópico.

Diferenças entre especialização, residência e pós-graduação

especialidades medicas discussao caso

Entende-se por pós-graduação a formação acadêmica disponível para aqueles que já concluíram o bacharelado, com o objetivo de fornecer um estudo centrado e subir o nível destes profissionais.

No Brasil, especialização e pós têm o mesmo significado, e podem ter duas modalidades.

A formação lato sensu e stricto sensu.

Os cursos stricto sensu são focados no aprendizado teórico, caracterizando uma educação mais restrita.

Em contrapartida, a modalidade lato sensu traz uma formação teórica-prática, marcada pela aprendizagem completa e ampla.

Estes são segmentados em MBA, exclusivos para setores envolvendo gestão e administração, e residência, para o setor da saúde.

A residência é muito diferente de uma simples especialização médica.

Reconhecida como “padrão ouro” dos médicos, envolve práticas no modelo de clínica ampliada, emergindo o estudante na sua área de atuação através de aulas 80% práticas e 20% teóricas, ministradas nos próprios hospitais, universidades ou institutos de pesquisa.

Por ser muito reconhecida e disputada no Brasil, para ingressar em uma residência médica se faz necessário passar por um processo seletivo acirrado, diferente das outras especializações.

Inclusive, dê uma olhadinha em outros artigos do Blog Sinaxys para entender seu funcionamento e dicas atualizadas para o ano de 2021.

Como se especializar em uma área da medicina?

especialidades medicas estudante

Para se especializar em uma área da medicina, o requisito base para entrar em qualquer uma das especialidades médicas citadas no tópico anterior, é ter seu diploma de graduação em medicina.

Entretanto, não é só isso não, viu? Depois de obter seu primeiro certificado, junte suas cópias de comprovante de residência, CPF, diploma, identidade, foto 3×4 e cadastre-se no site do CRM do seu Estado.

Pague sua taxa de inscrição, e agora é só apresentar seus documentos com as respectivas cópias presencialmente no CRM, e pagar a anuidade para ter seu registro legal ativo.

Em seguida, avalie os benefícios oferecidos por cada tipo de pós-graduação, verificando qual categoria se enquadra melhor aos objetivos de carreira que você busca.

Prepare-se para dedicar o seu tempo para montar um planejamento.

Estude e se informe sobre uma boa instituição, para garantir se você está dentro dos requisitos exigidos pela mesma.

Não esqueça de ler atentamente os editais de cada programa!

Caso almeje ingressar em uma residência, o ideal é se organizar para estudar e ralar bastante, pois o processo seletivo não é fácil.

Para os cursos strictu sensu o ingresso também não é simples, porém não tão intenso quanto os latu sensu.

Como na residência, o estudante passará pela análise curricular e entrevista.

Entretanto, só precisará ser realizada uma avaliação escrita relativamente menos complicada do que a do processo seletivo de residência, adicionada a elaboração de um pré-projeto de pesquisa.

Lembrando que após a conclusão da sua especialização, deverá ser feito novamente um registro no Conselho Regional de Medicina, dessa vez como especialista.

Para fazer este registro, separe uma cópia frente e verso do seu título de pós e preencha o cadastro no site. Para finalizar, leve esse documento presencialmente até o Conselho.

Lembrando que seu título de especialista deve ser obtido pela Associação ou Sociedade Brasileira da respectiva especialidade, que precisa ser filiada a Associação Médica Brasileira (AMB), cujo edital do concurso escolhido siga as normas estabelecidas.

Está com dúvida sobre como se cadastrar no Conselho e quais são os valores dessas taxas?

Tire elas já neste site.

E para quem não sabe nem por onde começar, fique tranquilo(a), no próximo tópico você vai descobrir como encontrar a área da medicina mais se relaciona com o seu jeito de trabalhar e se relacionar.

especialidades medicas ipad

Como decidir em qual área de especialização seguir?

O seu futuro está completamente relacionado a especialidade médica que você escolherá seguir.

Esta é uma decisão extremamente pessoal, que pode ser muito fácil para alguns e difícil para outros.

Por isso, não se deixe influenciar por ninguém!

Siga o seu coração e dê preferência àquilo que realmente te fará feliz.

Em primeiro lugar, reflita.

Separamos alguns questionamentos que podem ser feitos para te ajudar nesta reflexão.

Veja só!

  • Quais são os meus pontos fortes e quais são os fracos?
  • Gosto de fazer cirurgias?
  • Quais são os procedimentos que mais gosto de realizar?
  • Com qual público eu me identifico mais?
  • Prefiro o atendimento em consultórios, em emergências, ou os dois?
  • Qual será minha disponibilidade para trabalhar?
  • Quais matérias eu gosto mais de estudar?
  • Procuro dedicação exclusiva, ou algo mais flexível?

A conversa com colegas, outros médicos especialistas e professores, é uma ótima ideia para conhecer mais a fundo a rotina de trabalho, desafios e perspectiva profissional.

O Youtube e as outras redes sociais também estão cheias de vídeos bem detalhados sobre médicos que estão passando por uma situação semelhante, ou que mostram sua área de atuação.

Após esta primeira noção, leve em conta também outros fatores importantes.

Tome conhecimento sobre a visão a longo prazo deste mercado, pesquise o perfil do paciente que você atenderá, considere qual será o local ideal para morar e a demanda financeira esperada.

É claro que o retorno financeiro acaba tendo peso nesse momento, mas o ideal é colocar em foco aquilo que te trará prosperidade e satisfação pessoal.

Quando você faz aquilo que ama, o restante vem com o tempo.

Não tem erro!

Ficou mais fácil não é?

Com o objetivo de facilitar ainda mais sua jornada de autoconhecimento profissional, veja como funciona o curso de especialização médica, na prática.

Como é o curso de especialização médica?

Qualquer curso de especialização médica exige muito esforço e dedicação.

Seja na sala de aula ou na residência médica, você aprenderá tudo sobre sua especialidade, desde a parte básica à abstrata.

O seu preceptor ou professor explicará diferentes abordagens para solucionar os problemas dos pacientes, de uma forma muito mais ilustrativa e imersiva.

Na residência médica, você ficará mais acostumado com a sua futura rotina, substituindo os médicos faltantes, realizando plantões, se responsabilizando pelos casos urgentes e fazendo atendimentos de ambulatório sob supervisão.

Enquanto nas graduações stricto sensu você refinará seus estudos participando de palestras, congressos, atividades de extensão, aulas completas e interativas, pesquisas, entre outros.

Além do que, em todas as pós-graduações, você terá a chance de ampliar seu networking e acesso a oportunidades que lhe trarão muito mais benefícios.

Acompanhe nos próximos tópicos as dúvidas mais frequentes que reunimos sobre as especialidades médicas.

Quantas especialidades pode ter um médico?

especialidades medicas exames

Segundo o Decreto Lei 4.113/42, o médico pode ter até duas especialidades.

Sendo proibido capacitar-se em um número de especialidades médicas maior do que este.

Quais as especialidades médicas mais procuradas?

As especialidades médicas mais procuradas, ou consideradas mais difíceis para o ingresso são: Clínica Médica, Pediatria, Cirurgia Geral, Ginecologia e Obstetrícia e Anestesiologia.

E as menos procuradas?

Já as especialidades médicas menos procuradas, ou mais tranquilas para o ingresso são: Cirurgia de Mão, Radioterapia e Genética Médica.

Quais são as especialidades médicas mais bem pagas?

As especialidades médicas mais bem pagas em 2021 são: Cirurgia Plástica, Cirurgia Geral, Ortopedia e Anestesia.

Citando um Cirurgião Plástico como exemplo, sua média salarial é de R$18.500,00.

Quanto tempo leva uma especialização médica?

As especializações médicas tem a duração de 2 a 5 anos, dependendo de qual especialidade e modalidade de pós-graduação você irá cursar.

Conclusão

especialidades medicas homem consultorio

Segundo as tendências para o futuro na área da saúde, acabam ficando para trás os médicos que se limitaram à adquirir o Registro Legal.

Por isso, vale realmente a pena optar pela especialização e obter grandes vantagens.

Com ela, um novo mundo de possibilidades está pronto para ser descoberto.

Melhores salários, mais reconhecimento, ampliação da rede de contatos, citando somente alguns privilégios que lhe trarão estabilidade e qualidade de vida.

Ainda assim, conforme a área da saúde se torna cada vez mais competitiva e criteriosa, muitos especialistas se encontram perdidos, sem saber onde conquistar um bom emprego.

Os usuários da Sinaxys não enfrentam essa realidade.

Baixando o app, em apenas um clique você pode aumentar sua captação de pacientes, seu número de conexões e ter acesso às melhores vagas instantaneamente.

Cadastre-se agora mesmo e faça seu sonho profissional acontecer.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Temas do blog

Posts em destaque

sinaxys newsletter medicos dentistas vagas

Cadastre na Newsletter

Receba as melhores oportunidades de vagas para profissionais da saúde e os melhores conteúdos do blog diretamente em seu e-mail.

medico sinaxys

Encontre vagas de emprego na área da saúde.