Investimento para médicos: saiba onde você pode colocar o seu dinheiro.

médico calculando Investimento para médicos

Falta de tempo é, sem dúvidas, a queixa mais comum que recebemos sobre investimento para médicos. A grande maioria quer sua independência financeira o quanto antes para deixar de lado os tão exaustivos plantões, no entanto, ainda não possuem a segurança e o conhecimento necessários para fazer aplicações rentáveis e conscientes.

Você se identifica com situações como essa? Se sim, temos certeza que esse artigo ajudará a clarear suas ideias e entender que o mundo dos investimentos tem soluções para a sua realidade. Ao final, você ainda vai ganhar um presente exclusivo. Confira.

Conheça os investimentos adequados para os seus objetivos

médico Investimento para médicos

Na realidade da carreira médica, os plantões são uma maneira de garantir uma renda extra, mas, sem dúvidas, não é o mais confortável a se fazer. Como você sabe, as longas jornadas podem até recompensar, mas acaba não sobrando tempo para outras atividades.

Consequentemente, o que se observa é uma insatisfação do médico, que, muitas vezes, se vê escravo dessa dinâmica e não consegue se dedicar a outras atividades prazerosas. Nesse sentido, ele não tem tempo “para nada”, quem dirá para estudar sobre investimentos.

Justamente por isso, o que aconselhamos é que, antes de mais nada, o Doutor ou Doutora em questão encontre um consultor financeiro para ajudá-lo, assim como um ser humano com determinada dor deve procurar um médico.

Embora esse artigo seja um ótimo guia para você começar, a sua saúde financeira merece ser avaliada por um especialista, pois ele saberá dizer qual é a opção mais adequada para garantir o futuro que você deseja. Reunimos algumas opções interessantes para determinados objetivos. Veja só:

Investimentos para a reserva de emergência

Para a formação de reserva de emergência, que é aquele valor que você precisa ter guardado para imprevistos e eventuais necessidades, o Tesouro Selic ou até mesmo fundos conservadores que investem em renda fixa podem ser boas opções.

No caso do título do Tesouro, a liquidez é diária e o rendimento acompanha o CDI, taxa que é bem próxima da Selic. Todavia, é preciso ficar atento à taxa de custódia, que é obrigatória e retém 0,25% ao ano sobre o valor.

Se optar por investir em fundos de renda fixa, é preciso avaliar a rentabilidade e os custos, pois isso pode afetar os seus rendimentos. É importante também pesquisar sobre a experiência do gestor do fundo e escolher alguém capacitado.

Outra opção para a reserva de emergência é o CDB com liquidez diária, um título emitido por bancos privados ou públicos. É uma opção de renda fixa segura com retornos previsíveis, pois, geralmente, rende 100% do CDI.

Investimentos para quem deseja acumular patrimônio

Para médicos que desejam aumentar e rentabilizar o patrimônio para longo prazo, o mercado de ações a longo prazo pode ser uma alternativa muito rentável. O investimento pode ser feito através de um Fundo de Ações, no qual existe um gestor responsável, ou independentemente com o uso de uma corretora.

Nesse caso, uma opção é montar uma carteira com ações de empresas que pagam bons dividendos. Essa renda extra já vem descontada de impostos, por isso não há a incidência de Imposto de Renda e nem de IOF.

Os fundos multimercados também são uma boa alternativa. Nesse tipo de investimento, o gestor mistura ativos de renda fixa com investimentos em renda variável na Bolsa de Valores nacional ou internacional para trazer a melhor rentabilidade possível a médio prazo para você.

Todavia, não é indicado aplicar todo o seu dinheiro em um fundo multimercado porque ele pode apresentar resultados negativos em alguns meses.Por isso, pode ser interessante utilizar essa estratégia em conjunto com outras aplicações.

Além disso, existe a opção de investir em fundos imobiliários. Nesse tipo de aplicação, você pode aplicar em imóveis de maneira indireta através das cotas de fundos. Nos FIIs, você recebe um aluguel mensal de acordo com a quantidade de cotas adquiridas.

Investimentos para a aposentadoria

E para médicos que estão pensando no longo prazo, como a aposentadoria, os planos de previdência privada são ótimas alternativas. A previdência privada funciona como uma renda extra para a aposentadoria. E ela não está ligada ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Uma boa dica é investir no PGBL, uma previdência complementar, que funciona como uma espécie de reserva extra para aposentadoria e outros objetivos a longo prazo. Você, contribuidor, deixará a sua renda aplicada a longo prazo para garantir um bom lucro no futuro.

E como se esta rentabilidade não valesse a pena por si só, os valores aplicados no PGBL podem ser deduzidos da sua base de cálculo para o pagamento do seu Imposto de Renda. Ou seja: no ano que investir, você vai pagar menos impostos. É interessante para o presente e para o futuro. Lembre-se: você deve possuir renda tributável e contribuir para o INSS para utilizar o PGBL.

Precisa de ajuda? Conte com a Strati.

médica sorrindo Investimento para médicos

Faça um diagnóstico financeiro gratuito com profissionais e técnicos do mercado financeiro. Basta clicar no link e nossa equipe técnica irá chamá-lo.

Somos a Strati: uma empresa de consultoria formada por profissionais experientes, que possuem todo o conhecimento técnico e legal para construir um plano de investimentos 100% voltado para os seus interesses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *