Odontograma: o que é, para que serve, e como preenchê-lo corretamente

odontograma
Compartilhe:

Como sabemos, o dia a dia dos profissionais que trabalham em uma clínica odontológica é bastante corrido. Além de dar conta dos atendimentos aos pacientes, os dentistas ainda precisam dar conta das demandas relacionadas à gestão. Para garantir que nada será esquecido entre as consultas, existe o odontograma; uma ferramenta capaz de orientar o profissional, já que é ali que ele registra tudo à respeito do paciente.

Também não podemos deixar de dizer que o odontograma oferece mais qualidade, segurança e tranquilidade nos tratamentos, o que resulta em melhores resultados.

Apesar de ser bastante conhecido no mundo da Odontologia, muitos dentistas ainda têm dúvidas em relação aos modelos mais usados e a forma de preenchimento. Se você deseja saber mais sobre como utilizar o odontograma, continue a leitura do post de hoje!

O que é o odontograma?

De modo geral podemos dizer que o odontograma, também conhecido como carta dentária, diagrama dental, dentograma ou periodontograma, é um diagrama gráfico onde fica marcado todos os dentes da arcada superior e inferior do paciente.

Neste documento, cada dente é nomeado com um número e outras variantes, como pares numéricos ou letras maiúsculas. No diagrama ainda estão representadas as dentições primárias e infantis, essencial para quem trabalha com odontopediatria.

Em suma, existem basicamente três tipos de odontograma: o geométrico, o anatômico e o de dois dígitos. Falaremos mais sobre cada um deles mais adiante.

Para que serve o odontograma?

odontograma sorriso

É importante ressaltar que o odontograma, além de ser importante para a prática clínica de um dentista, também serve como uma proteção legal para o profissional, já que ele funciona como um documento da qualidade bucal de cada paciente e compreende todas as ações realizadas pelo profissional.

Em outras palavras, o odontograma indica quais os dentes que precisam de tratamento, permite o acompanhamento da evolução do quadro do paciente e a indicação dos possíveis tratamentos a serem realizados, além de anotações de procedimentos anteriores.

Sendo assim, entre as suas principais funções podemos destacar:

  • Facilita o entendimento do profissional quanto ao trabalho realizado anteriormente no paciente;
  • Ajuda a identificar cada paciente;
  • Permite a troca de informações entre os profissionais.

Como mencionamos acima, um odontograma bem feito e atualizado serve, inclusive, para o profissional se proteger contra processos judiciais.

Isso porque, caso um paciente não se sinta satisfeito com o resultado do tratamento e decida processar o dentista, o odontograma será usado como prova, pois é a documentação do estado de saúde bucal do paciente e dos tratamentos realizados anteriormente e também pelo profissional.

Além disso, este documento também pode ser usado como fonte de informação no reconhecimento de corpos, especialmente aqueles em difícil estado de reconhecimento, como os carbonizados.

Por isso, o odontograma precisa ser constantemente atualizado. E a cada nova visita do paciente, o dentista precisa incluir os dados do que foi realizado, tornando-o mais confiável.

Tipos de odontograma

odontograma doutora

Basicamente, existem três tipos de odontograma. Conheça abaixo um pouco mais sobre cada um deles.

Geométrico

O odontograma geométrico é aquele onde é possível representar todas as cinco faces dos dentes, por meio de formas geométricas, como por exemplo, quadrados ou círculos. Neste tipo de documento, todos os 32 dentes permanentes são representados na ferramenta de identificação, bem como os 20 dentes da fase dos dentes de leite.

É válido ressaltar que a forma de registro e preenchimento dos formulários variam de acordo com a preferência de cada profissional.

Anatômico

O odontograma anatômico é aquele em que os dentes são representados de forma fidedigna com o que encontramos na boca dos pacientes. Ou seja, os dentistas desenham ou digitalizam a estrutura bucal do paciente exatamente da forma como ele vê.

Dois dígitos

O odontograma de dois dígitos foi proposto pela Federação Dentária Internacional. Em suma, o primeiro número designa o quadrante e o segundo a posição do dente.

Informações necessárias em um odontograma

odontograma dente

Como já falamos ao longo do texto, o odontograma serve como um registro da condição geral da boca do paciente, através do qual é possível analisar e documentar a qualidade da saúde oral de cada um.

Dessa maneira, podemos citar como as informações necessárias em um odontograma: os dentes que precisam de tratamento, quais os tratamentos podem ser realizados e o acompanhamento geral do paciente.

Em outras palavras, essa ferramenta deve possibilitar que qualquer profissional identifique e reconheça os tratamentos odontológicos já realizados nos dentes do indivíduo e planejar tratamentos futuros.

Como deve ser preenchido um odontograma?

Apesar de não existir uma técnica única de preenchimento do odontograma, é importante seguir alguns padrões para que outros profissionais consigam compreender a informação presente.

Algumas dicas essenciais para o correto preenchimento do odontograma são:

  • Pintar de verde: os dentes que não necessitam de nenhum tipo de tratamento;
  • Pintar de vermelho: dentes com necessidade de tratamento;
  • Pintar de azul (sobre o vermelho): dente que foi realizado tratamento;
  • Pintar de preto: dente ausente (extraído);
  • Contornar de preto: dente incluso;
  • Anotar com um traço vermelho a região do conduto radicular: os dentes que possuem indicação de tratamento endodôntico;
  • Circular de azul: o dente decíduo presente no arco dentário;
  • Fazer um traço vermelho na região do colo dentário: quando há presença de doença periodontal;
  • Preencher totalmente com tinta azul os dentes e indicar na observação o tipo de prótese usada: dentes com prótese fixa.

Além de preencher o odontograma como descrito acima, o dentista também deverá realizar ilustrações quanto aos achados clínicos. Dessa maneira, é importante:

  • Fazer dois riscos verticais em azul: quando há diastemas;
  • Fazer ziguezague em vermelho: quando há excesso de restauração (área de retenção);
  • Traçar dois riscos diagonais em verde: no caso de desgaste dental sem a necessidade de restauração;
  • Traçar riscos diagonais em vermelho: para desgaste dental com necessidade de restauração;
  • Fazer semicírculo vermelho posicionado para cima e com traçado contínuo: para lesão de cárie ativa com cavidade;
  • Fazer semicírculo vermelho posicionado para cima com traçado pontilhado: quando há lesão de cárie ativa sem cavidade;
  • Realizar um semi-círculo verde posicionado para cima e com traçado contínuo: para lesão de cárie inativa com cavidade;
  • Fazer semicírculo verde posicionado para cima com traçado pontilhado: para lesão de cárie inativa sem cavidade;
  • Realizar um círculo pintado de verde: para restauração satisfatória que não necessita de intervenção;
  • Fazer círculo pintado de vermelho: em restauração insatisfatória que necessita de intervenção;
  • Fazer um círculo vermelho sem pintar o interior: em restauração provisória;
  • Traçar duas setas azuis (uma para cima outra para baixo): no caso de extrusão dental;
  • Traçar setas em formato de U para cima ou para baixo em azul: quando há inclinação dental;
  • Fazer setas em vermelho apontando para o centro: para envolvimento de furca;
  • Fazer triângulos vazados em vermelho indicando para o centro: no caso de envolvimento de furca classe 2;
  • Desenhar triângulos pintados de vermelho indicando para o centro: para envolvimento de furca classe 3;
  • Marcar número no mapa oclusal: para mobilidade (1,2 ou 3);
  • Fazer um asterisco verde: quando há problema mucogengival.

Outras dicas pertinentes ao odontograma

odontograma paciente

Acima falamos sobre a maneira correta de se fazer um odontograma. Porém, além de realizar o preenchimento correto e padronizado, listamos outras dicas pertinentes. São elas:

  • Fazer sempre dois odontogramas: o primeiro na avaliação do paciente e o segundo após o tratamento realizado, mostrando todas as alterações;
  • Quando possível, incluir mais detalhes sobre o tratamento, como por exemplo, no caso de restauração, anotar detalhes técnicos, como material usado e as faces restauradas;
  • Priorizar as anotações claras, precisas e concisas;
  • Garantir que todas as informações estejam legíveis e sejam compreensíveis por qualquer profissional da área;
  • Sempre que necessário, usar o campo observação para anotar informações gerais e relevantes;
  • Não esquecer de preencher a ficha com os fatores de risco;
  • Indicar, sempre após o tratamento, o tipo de atendimento e a data, além do procedimento realizado.

Odontograma de papel e digital

Hoje em dia, apesar de o odontograma digital ser o mais indicado, muitos dentistas ainda utilizam o documento em papel, de preenchimento manual.

No entanto, corre-se o risco de perder essa documentação, além de o profissional precisar de uma área física em seu consultório apenas para acomodar essa papelada.

Já o odontograma digital, disponibilizado por diversas ferramentas, traz a segurança de que o documento estará bem guardado e protegido por login e senha.

Outro ponto positivo é que alguns odontogramas digitais funcionam de modo integrado a outras tecnologias, como o prontuário eletrônico e o cadastro do paciente.

Onde consigo fazer o download para imprimir um odontograma?

É possível imprimir ou fazer o download de um odontograma pela internet ou então optar por um software específico. Para escolher o melhor tipo, você precisa considerar alguns pontos como:

  • Avaliar como é feito o preenchimento do odontograma e se ele está de acordo com os padrões usados atualmente;
  • Considerar a parte estética do odontograma, principalmente caso use essa documentação para explicar intervenções e dados aos pacientes;
  • Analisar se existe espaço disponível para incluir informações mais detalhadas;
  • Saber se o odontograma possui opções para crianças e adolescentes;
  • Verificar a facilidade de preenchimento do odontograma.

odontograma doutor

Softwares que oferecem odontograma digital

Existem diversas opções de softwares no mercado que oferecem odontograma digital. Na hora de escolher a ferramenta mais adequada, é importante levar em conta tudo o que falamos até aqui.

Para facilitar a sua escolha, selecionamos algumas opções mais conhecidas entre os profissionais da área.

Serodonto

O Serodonto é um software que não há taxa de implantação inicial e nem mesmo fidelidade, ou seja, você pode cancelar a qualquer momento sem pagamento de multas. Além do odontograma, ele apresenta outras funcionalidades essenciais, como:

  • Módulo de controle financeiro da clínica;
  • Módulo de suprimentos e controle de estoque;
  • Envio automático de lembretes aos pacientes;
  • Emissão de orçamento com receituário e atestado;
  • Prontuário eletrônico completo capaz de registrar o histórico do paciente com imagens e demais documentos emitidos;
  • Controle de retornos;
  • Emissão de Boleto integrado ao sistema;
  • Emissão de notas fiscais integrada ao sistema;
  • Agendamento online integrado ao sistema.

Uma outra vantagem do Serodonto é que ele possui integração com a agenda do Google, o que permite a realização de marketing e relacionamento com o cliente, com campanhas automáticas de email, Whatsapp e SMS.

Controle Odonto

A Controle Odonto possui implantação gratuita e as mensalidades são pagas de acordo com a quantidade de dentistas da clínica e o pacote contratado. Entre as funcionalidades desse software, além do odontograma, estão:

  • Módulo de controle financeiro da clínica;
  • Módulo de suprimentos e controle de estoque;
  • Envio automático de lembretes aos pacientes;
  • Emissão de orçamento com odontograma, receituário e atestado;
  • Prontuário eletrônico completo capaz de registrar o histórico do paciente com imagens e demais documentos emitidos;
  • Controle de retornos;
  • Emissão de Boleto integrado ao sistema;
  • Emissão de notas fiscais integrada ao sistema;
  • Maquininha de cartão de crédito;
  • Controle de comissões;
  • Agendamento online integrado ao sistema;
  • Marketing e relacionamento com o cliente, incluindo campanhas automáticas de email e SMS.

Dental Office

O Dental Office é um software de gerenciamento online, que pode ser usado em um computador, tablet ou celular, através de um aplicativo gratuito.

De modo geral, ele oferece, além de odontograma, dados em gráficos e resumos sobre o negócio, informações pessoais e clínicas dos pacientes, imagens e documentos, controle de agenda e financeiro básico.

Outras vantagens da Dental Office é que ela disponibiliza maquininha de cartão, sem mensalidade.

O profissional que necessitar, ainda pode contratar módulos adicionais como controle de comissionamento, de cartões e cheques, emissão de boletos, SMS e emails automáticos.

Edente

O Edente é um software online que permite o preenchimento de odontograma, bem como o gerenciamento financeiro (movimentação, emissão de boletos bancários, contas a pagar e a receber, controle de cheques e controle de orçamentos).

Ou seja, por meio dele é possível a visualização online dos planos de tratamento, galeria de imagens, anamnese, agendamento de consultas, emissão de atestados e receituários e a análise da situação financeira.

Clínica nas Nuvens

A Clínica nas Nuvens é um software médico desenvolvido para atender clínicas e consultórios de todas as áreas da saúde, incluindo a Odontologia.

Além do preenchimento de odontograma, conta com outras ferramentas para auxiliar na organização dos atendimentos, como: multi agendas, envio de SMS e email, registro de tempo de espera e consulta, controle de painéis de chamada e informações completas sobre medicamentos.

Conclusão

Ao longo desse texto pudemos entender um pouco mais sobre o que é e como funciona um odontograma. Ele é uma ferramenta imprescindível em qualquer clínica odontológica, independentemente da especialidade.

Isso porque essa documentação reúne todas as informações sobre o estado da saúde bucal de cada paciente, os tratamentos realizados e o acompanhamento e a evolução de cada quadro.

Além disso, serve como resguarda da atuação dos dentistas perante possíveis ações judiciais e também é por meio deste documento que a polícia e outros órgãos podem realizar a identificação de corpos.

No entanto, para que o odontograma realmente desempenhe este seu papel, é primordial que ele seja preenchido corretamente, de acordo com as diretrizes aqui listadas, seja de forma manual ou digital.

Esperamos que tenha gostado do conteúdo aqui apresentado. E não se esqueça, para ficar por dentro de todas as novidades da área da saúde, continue nos acompanhando!

A Sinaxys é um app para desenvolver networking e conectar vagas de trabalho com profissionais de saúde. Tenha autonomia no mercado de saúde, torne-se referência e aumente a sua captação de pacientes. Junte-se a nós!

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Temas do blog

Posts em destaque

sinaxys newsletter medicos dentistas vagas

Cadastre na Newsletter

Receba as melhores oportunidades de vagas para profissionais da saúde e os melhores conteúdos do blog diretamente em seu e-mail.

medico sinaxys

Encontre vagas de emprego na área da saúde.